screenshot-from-2024-02-06-17-55-26

Demolições na Jamaica e abusos policiais, 6 famílias sem realojamento

Imagens de um Despejo hoje e entrevista com moradora

img_20240206_221343_156-2869114-7975065-5847649
Isto foi como ficou a casa da Elsa Cílio, onde ficámos desde as 7h30 e onde a Alda Pontes foi detida.

Despejos no Bairro da Jamaica. Entrevista com Elsa Cílio.

Somos os únicos que estamos com a família e que não fomos expulsos pela polícia por estarmos em casa da Elsa desde as 7h30 até agora. Todo o grupo que veio prestar apoio foi expulso, também a comunicação social foi proibida de registar estes eventos.

Via: https://www.instagram.com/p/C3AUa9nslg2

@stopdespejos @em.luta.lit @sosracismopt @ptrevolutiontv @vidajusta.pt @habita.colectivo

Abusos Policiais, moradora levada para a esquadra:

A Alda, uma moradora do bairro que, apesar de ter sido realijada, não parou de lutar ao lado das suas vizinhas excluídas do realojamento, numa demonstração emocionante de solidariedade, foi agredida e detida à pouco pela PSP.

Foi levada para a esquadra da Cruz de Pau, onde não deixam entrar a sua advogada porque, segundo as justificações mirabolantes da PSP, “não está detida”.

As companheiras que foram até à esquadra em solidariedade foram todas identificadas porque segundo a PSP, estavam “a resistir”.

RESISTIR É UM DIREITO
Habita!

Entrevista com moradora detida

Video: https://imginn.com/p/C3AbQ1UMAzc
via: @em.luta.lit

Hoje, mais Demolições na Jamaica:

Via: Habita! no Instagram

Hoje: Mais demolições no Bairro da Jamaica

A Câmara Municipal do Seixal (CDU) tem feito demolições sem garantir alternativa habitacional digna a todas as famílias desalojadas.

Desde 17/10/23, uma providência cautelar impedia a Câmara de avançar com a demolição das habitações de 4 famílias a quem o direito ao realojamento tem sido negado.

No dia 22/01, uma nova decisão do tribunal voltou a deixar desprotegidas estas famílias que enfrentam a demolição das suas casas.

Quando soube da decisão judicial que impedia as demolições das casas de quem não tinha alternativa, a Câmara decidiu suspender também o realojamento das outras mais de 20 famílias que vivem no mesmo prédio. A estas a Câmara disse que não estavam a ser realojadas por culpa dos vizinhos, tentando que sejam os próprios moradores do bairro a pressionar os seus vizinhos a aceitarem ir para a rua.

São quase 30 famílias que vivem desde Outubro na incerteza sobre o seu futuro.

Para levar a cabo estas demolições sem alternativa, a Câmara tem recorrido a muita repressão!

Além de não notificar por escrito as datas das demolições, ordena à Polícia que feche todos os acessos ao Bairro nos dias em que estas vão acontecer: só entra e sai quem for autorizado, proibindo familiares, advogados, jornalistas e ativistas de se aproximarem.

Denunciamos o racismo da Câmara Municipal do Seixal, que tem tratado de forma desumana e violenta os mordaores do Bairro da Jamaica, mostrando nos bairros negros, probres e de imigrantes que não há Constituição ou lei que garanta os direitos das pessoas.

É urgente cercar de solidariedade os moradores da Jamaica que estão a lutar pelo seu direito à habitação! Se os realojamentos garantidos até hoje foram fruto da luta coletiva, agora não será diferente!

Basta de Demolições e Despejos sem Alternativa!

Basta de Racismo e cerco Policial aos Bairros!

Realojamento para todos os moradores da Jamaica já!

Habita!

via: STOP Despejos
danilo-taslogado-20240206-0001-9183143-1024x804-1759109-8472126-8194288-4798310-7651491-9441413-2743992-7298870-7431552-8218658-4254489-2040877-2258699-1735479-9538467-5106371
post425751887_17978438084644355_4958148413163163897_n-6396300-4263354-4486083-4260371-2438040-9939477-3591735-8732388-8912712-8945958-9836585-9209462-1497855-4466924-9162453

via: Lisboa Invisível

“Vamos ser despejados?”

Alô, alô, maltinha. Emergência!! Utilidade Pública!!

Hoje, há pouquíssimas horas atrás, começou a tentativa no bairro JAMAIKA, no Fogueteiro, Seixal, de mais demolições e desalojamentos. Mais e mais famílias em total vulnerabilidade em risco de serem vítimas de despejo sem respostas alternativas.

Seis famílias do bairro a presenciar a possibilidade de suas casas irem em ruínas e insegurança habitacional. Em uma das casa vivem 3 menores de idade.

Famílias inteiras não estão a ser incluídas no Plano de Realojamento da Câmara Municipal do Seixal.

Jornalistas, advogados e próprios moradores foram impedidos de entrar no bairro, pois não constam na “lista de autorizados pela Câmara Municipal do Seixal”.

Pressão da Câmara Municipal do Seixal e falta de respostas? Nossa contra reposta para isto é pressão do lado de cá. Não vamos nos calar!

Nosso repúdio!

@stopdespejos
@vidajusta.pt
@habita.colectivo
@ptrevolutiontv

#pt #portugal #lisboa #lisbon #despejos #homelessness #casa #home #desalojados #demolicao #demolition #seixal #jamaika

Lisboa Invisível, no Instagram

Live Streams PTrevolutionTV